Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2008

...

Pessoal desculpem a desactualizaçao do blog .

Ele acabou mas gostaria que visitassem este blog :   http://estrelasdisneychannel.blogs.sapo.pt/

 

Fala sobre varias estrelas e é  recente, passem por lá e deixem um  comentáriio. ;D 

publicado por Rita Lopes Fãs às 11:04
link do post | Deixa aqui o teu xupa-xupa (comentário) | favorito
Sexta-feira, 21 de Setembro de 2007

Chiquititas mudam de horário: agora SÓ ao Fim-de Semana!

Agora só podes ver a Beatriz ao fim-de-semana! :(




"Chiquititas" tem tido audiências baixas e o facto de haverem poucos episódios gravados e ser uma novela virada para os mais novos pode levar à mudança de horário da trama.
A novela, que estreou em Julho, acumula ao fim de 33 episódios, uma média de 6,9 pontos de audiência, muito abaixo do registado por "Paraíso Tropical" quando emitida no seu horário.

Agora a SIC pondera uma mudança de horário, se a decisão for tomada, as aventuras do orfanato vão aparecer aos sábados e domingo entre as 10:30 e as 12:00. O horário nocturno seria então ocupado pelo "diário" de Família Superstar.
Patrícia Tavares (Júlia DeMont) foi apanhada de surpresa: "Estou ali para representar, tudo o resto me escapa", diz ela, gostando da novidade "Seria giro ter a novela aos fins-de-semana".

Marta Fernandes, a protagonista, também não foi informada da possível alteração: "Ninguém me disse nada. Não tenho nada a ver com a SIC, por isso é normal que não saiba."



 

 

A SIC anunciou ontem na sua emissão, através de rodapés e do seu voz-off, que a telenovela Chiquititas passará a ser transmitida ao fim-de-semana de manhã.
Foi também referido que Paraíso Tropical, a partir de segunda-feira, iniciará a sua exibição após o Jornal da Noite.

Até ao momento não são conhecidas justificações oficiais, mas os maus resultados serão a justificação mais evidente para tal transição.

A composição da grelha da estação de Carnaxide é ainda desconhecida.

In:Chiquititas Fas
Terça-feira, 14 de Agosto de 2007

Videoclip 24 horas

olá chiquifãs!

 

O video da música 24 horas ja saiu  vê~ o video:

 

<object width="425" height="350"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/ULZhv0nC0M8"></param><param name="wmode" value="transparent"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/ULZhv0nC0M8" type="application/x-shockwave-flash" wmode="transparent" width="425" height="350"></embed></object>


beijos e diverte-te

 

video in :chiquitittas-online

NOvo passatempo: Quem será??

Olá chiquifãs!

 

EStou aqui para vos propor um passatempo que será mudado todas as  semanas!

 

O passatempo chama-se^quem será??  vamos dar-vos três pistas e vocês têem de descobrir quem é.

 

Aqui vai o primeiro passatempo:

 

1)É  muito traquina

2)Escreve a palavra mamã por  onde quer que  passa

3)É por causa dela que LILI decide que tem de ficar na Casa do Monte.

 

Já descobriste quem é ???

 

Espero bem que sim.

 

Ah é verdade como em qualquer concurso há sempre prémios e ou dizê-los aqui.

 

Prémios

2 avatares

1 walppaper

1 foto exclusiva

Para participares deixa aqui o teu:

Nome/nicname

site(se tiveres)

e-mail

 

 

beijinhos e participa neste passatempo e no concurso qe temos num post mais abaixo

 

 

Adeus beijinhos e não te esqueças:

 

 

 

 

Participa

"Igual à original"

Marta Fernandes, a nossa Lili, acredita que as parecenças se devem à personagem ter um visual tão forte…mas elas são mesmo semelhantes!

 

gemeas.jpg´

 

“Não acho que seja parecida com ela”, começa por dizer Marta Fernandes, de 27 anos, sobre a actriz Jorgellina Aruzzi, de 34, a Lili original da novela argentina “Chiquititas”. Sebem que, como realça, “é difícil sermos nós a vermos essas parecenças nos outros”.

Marta, é Lili, uma ama muito especial, inspirada em Mary Poppins, que traz a magia, a cor e a alegria a um orfanato. A novela, um original de Cris Morena, tem como protagonista esta figuram cujo visual é absolutamente explosivo. E é por isso que Marta acredita que a achem parecida. “A imagem do ´boneco` é muito forte e talvez isso crie a semelhança.” Considera ainda que, como a novela tem um universo único, o texto e o próprio guarda-roupa acabam por determinar as parecenças. Apesar de a nossa Lili ser mais bonita, a verdade é que são mesmo parecidas

 

in revista TvMais 

Segunda-feira, 13 de Agosto de 2007

Sinopse

O Lado Doce da Vida
No mundo das Chiquititas reina a alegria. No mundo das Chiquititas não são permitidas caras feias… A não ser que sejam caretas!

No mundo das Chiquititas chorar, só de excesso de cócegas e medo só de não conseguir parar de rir!

Graças a Lili e à sua máxima de vida: «Toda a situação tem uma solução!» no mundo das Chiquititas não há dias de chuva, não há tristeza e o mal nunca vence… Embora às vezes bem se esforce!

Sim, porque os maus existem, rodeiam este mundo de paz e querem destruí-lo. Mas têm em Lili um adversário à altura, armado de chupa-chupas coloridos e ideias mirabolantes, para impedir que a tirania e a maldade triunfem.
O mundo das Chiquititas está em cada um de nós. Na nossa vontade de acreditar que com um pouco de alegria, esperança e muita ternura se consegue viver a vida muito melhor!

«Bem vindos à Casa do Monte. Propriedade da família De Mont, este lar de acolhimento modelo proporciona aos seus internos as melhores condições, o carinho e o apoio necessário para fazerem face à dura realidade da orfandade.

Os seus proprietários, Pierre e Júlia De Mont orgulham-se de dedicar todo o seu tempo ao bem-estar dos órfãos e à gestão do Lar número um do país»

 


Pois, mas é tudo mentira… Há muito tempo que as coisas não correm bem na Casa do Monte.

O lar alberga 10 crianças e deveria ser de facto um lar modelo, com condições excelentes, actividades de tempos livres, uma alimentação gourmet e várias infra-estruturas topo de gama. É para isso que recebe um enorme subsídio estatal.

Mas, infelizmente, a má gestão dos seus donos e a sua excentricidade deixou o lar na penúria. Os De Mont vivem na ilusão que ainda são a família abastada com raízes na nobreza francesa, proprietária de terras e negócios lucrativos. Como não trabalham, o lar é o seu meio de subsistência. É por isso que permanentemente, desviam fundos do lar para a aquisição de outros «bens essenciais» – cabeleireiro, manicure, boutiques e spas.

 Como se isso não bastasse, as crianças da Casa do Monte vivem aterrorizadas pela governanta, Adelaide Gomes, a Laidinha, que os trata como se fossem aves de capoeira e, por tudo e por nada, os ameaça com castigos tenebrosos. O único aliado dos meninos e meninos da Casa do Monte é o cozinheiro, Lucas, que tenta contornar as regras espartanas que a família De Mont impõe para colocar um sorriso na cara das crianças. Mas as coisas vão mudar… Radicalmente! 


Madalena Santana é uma empresária de sucesso. Dirige com mestria o Grupo de Santana, um conjunto de empresas ligadas à produção de produtos alimentares e venda a retalho, e é uma mulher de sucesso. Mas Madalena tem um segredo. Uma marca que não a deixa ser feliz.
 
Filha de Vítor Santana, um proprietário rural, tradicional e conservador, Madalena viveu uma adolescência despreocupada e até irresponsável. Há oito anos, engravidou e teve uma criança. Como era demasiado nova, deixou-se manipular pelo pai, que a obrigou a viver toda a gravidez numa herdade longe de tudo, acompanhada apenas por uma fiel empregada. Quando a criança nasceu, o pai disse a Madalena que o bebé não tinha sobrevivido ao parto e julgou assim ter resolvido um assunto incómodo.
 
Mas a empregada de Madalena, Rosália, sabia a verdade. E não descansou enquanto não contou tudo a Madalena. O bebé estava vivo e fora dado para adopção. Madalena recuperou do choque e desde então, ao mesmo tempo que toma as rédeas dos negócios da família, dedica todo o tempo livre a uma busca incessante em todos os orfanatos e lares de acolhimento do país, pelo filho perdido.
 
Finalmente as buscas parecem ter terminado. Graças à lealdade da sua assistente e amiga, Catarina Borges, Madalena conhece a Casa do Monte e os seus internos. Deixa-se conquistar de imediato por eles, especialmente pelos três meninos mais novos, todos com idade igual à do filho desaparecido. Decide descobrir se uma daquelas crianças poderá ser a sua e traça um plano ardiloso para se aproximar das crianças da Casa do Monte.

 


Nasce a personagem Lili, que mais não é que o alter-ego de Madalena. Atrás da sua influência e do seu dinheiro, a empresária convence os De Mont a receber no lar Lili, uma suposta prima com provas dadas no acompanhamento de crianças de todas as idades.
 
Logo à chegada, Lili mostra que veio para mudar as coisas. Acabaram-se os castigos, os gritos, o mau humor e a tristeza. Com Lili, o sol volta a entrar na Casa do Monte e a brilhar no sorriso de cada uma das crianças. Ela traz a música, os jogos, as partidas, a cor e a alegria que estavam alheadas do Lar. E traz também o desejo de defender sempre as crianças de todos os ataques que Laidinha ou os De Mont lhes lançam.
 
De imediato, alia-se a Lucas e nasce uma amizade forte, que se transformará numa paixão ardente. Mas Lili não é Madalena, e a dupla identidade da protagonista vai causar-lhe dissabores e envolvê-la em mil e uma peripécias.

 

Concurso "melhor boneca chiquitita"

Olá chiquifãs!

 

Venho aqui proporvos um concurso o concurso mellhor boneca chiquitita.

 

O concurso consiste em fazeres uma personagem que tu gostas muito nas chiquititas podes fazer rapazes ou raparigas.

 

Para participares inscreve-te!

 

Deixa aqui o teu:

Nome/Nicname

e-mail

site(se tiveres)

boneca

Os prémios serão:

2 wallpaperes

3 avatars á tua escolha

2 fotos exclusivas

 

Manda a tua boneca para este e-mail: meninajessica6@hotmail.com

 

p.s recomendo o site elouai para fazeres a tua boneca.Deixo-vos aqui os site

 

www.elouai.com

 

bjx

 

 

*Participem*

 

 

 

sinto-me: super feliz

"Um dia quererei ver as audiências" - Marta Fernandes

Marta Fernandes, protagonista de ‘Chiquititas’, atribui pouca importância ao fraco lugar da novela nas tabelas diárias dos programas mais vistos.

 

A actriz interpreta duas personagens diferentes na novela

- É a nova ‘Floribela’ da SIC?


- É verdade que sou protagonista de uma novela dirigida a um público infantil, da mesma produtora que fez a ‘Floribela’ e que está a ser transmitida no mesmo canal, mas essas são as únicas semelhanças entre nós. Quem acompanhar a novela poderá ver que são produtos muito diferentes, apesar de ambos terem as crianças como público principal.

- Como é que é possível representar duas personagens tão diferentes no mesmo projecto?

- Enquanto actriz, tem sido um privilégio fazer os dois lados da mesma mulher. Este trabalho dá-me oportunidade de desenvolver dois registos completamente diferentes. Um é mais contido, neste caso o da Madalena, e o outro é como construir um boneco, porque a Lili é isso mesmo. Trata-se de um alter ego. É realmente uma personagem que me permite respirar.

- Com qual se identifica mais?

- Não consigo escolher, porque consigo ter prazeres completamente diferentes. A Madalena dá-me o lado mais dramático, enquanto com a Lili tudo é alegria e frescura. As cenas mais hilariantes são aquelas que vivo como Lili, como por exemplo, o atirar-me para a água. São cenas que seriam impensáveis para um adulto, mas que estou a adorar.

- Qual foi o trabalho de preparação para cantar e dançar?

- Em relação ao canto já fiz dois musicais dos quais consegui obter bases que me ajudaram muito para este trabalho. Mas também tive preparação no Conservatório e, por isso, já sabia que conseguia fazer isto. A grande surpresa foi ouvir-me num registo gravado, porque a voz sofre modificações.

- Há perspectivas para um contrato de exclusividade com a SIC?

- Não. Neste momento estou a trabalhar nesta novela e quem me contratou foi a Teresa Guilherme Produções.

- Qual foi a reacção da família e amigos ao projecto?

- Acima de tudo acham que se trata de um produto muito inovador. Era disso que as pessoas não estavam à espera. Estamos a falar de uma produção que trata o mundo dos adultos visto do universo das crianças. A visão que tenho deste trabalho é que é uma distorção da realidade adulta que todas as crianças acabam por fazer. Os amigos e colegas já me viram em registos muito semelhantes ao da Lili, por se tratar de uma personagem muito acima do estereotipado na representação. Durante o curso trabalhamos isso. Curiosamente, o mais estranho foi verem-me como Madalena, por ser uma mulher real. É mais difícil fazer o distanciamento entre mim e a personagem. A Madalena é o meu corpo, enquanto que a Lili é o boneco que todos os dias tenho de montar. Quando estou maquilhada e vestida como a personagem sinto que faço aquilo que a Madalena também conseguiu fazer. É o boneco de uma mulher que nos surpreende a cada instante.

- Está informada sobre as audiências da novela?

- Para ser sincera não me interessa muito saber dessas questões, mas prevejo que algum dia serei informada. O ritmo de trabalho a que estamos submetidos é tão intenso que, por enquanto, a principal preocupação é empenhar-me nas cenas. Mas claro que chegará o dia em que irei querer conhecer os resultados das audiências.

- Tem sido abordada na rua?

- Ainda não andei na rua. A minha vida tem sido casa e trabalho e vice-versa. Mas espero vir a sentir isso, já que é um feedback importante para um actor.

TRABALHAR COM CRIANÇAS: "ÀS VEZES TENHO VONTADE DE BRINCAR"

“Maravilhosa!”, é como Marta Fernandes encara a experiência de trabalhar com crianças. “Inicialmente pensei que fosse complicado, porque as crianças têm um ritmo diferente”, alega. Depois, chegou à conclusão de que “estas crianças são verdadeiramente especiais”, conseguindo trabalhar com elas “da mesma forma” que faz com um adulto. E conclui: “Por vezes tenho vontade de me juntar às brincadeiras, pois as crianças conseguem ver o momento certo para o fazer.”

in: CM
publicado por Rita Lopes Fãs às 11:27
link do post | Deixa aqui o teu xupa-xupa (comentário) | favorito
Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007

MADALENA/LILI

MADALENA/LILI (Marta Fernandes)
É Inteligente e divertida, e está determinada a achar o filho que lhe foi roubado

MADALENA  é uma empresária de sucesso ligada à indústria alimentar e de distribuição.

A sua inteligência e sentido dos negócios ajudou-a a transformar um pequeno negócio num forte grupo económico. Madalena dedica a sua vida aos negócios e por vezes parece uma mulher fria e distante. Mas Madalena tem um segredo.

Há oito anos teve um filho e tiraram-lho. Desde então, procura-o em todos os orfanatos, lares e instituições do país. Agora, crê ter encontrado três candidatos, na Casa de Monte.

A sua busca não vai parar desde o momento em que encontra os órfãos mais pequenos. Será incansável na tentativa de descobrir o filho que lhe foi roubado.

LILI é o alter ego de Madalena. A empresária séria, conservadora e fria, dá lugar à louca, maravilhosa e divertida Lili. A fada dos chupa-chupas.

Lili tem um mote que nunca atraiçoa: Toda a situação, tem uma solução…

E é com esse espírito que embarca na aventura de se tornar assistente no Lar. De imediato trava com todos os órfãos uma amizade inabalável. Ela vai ser a conselheira, a amiga, o colo, mas também a cúmplice e a companheira de brincadeiras e partidas.

Se Lili traz uma nova Luz à Casa do Monte, o contacto com os órfãos vai fazer nascer nela uma nova vida, onde o amor e a esperança dão lugar à amargura e ao pessimismo.

CHIQUITITAS !

CHIQUITITAS !
Cidade mágica
A novela conta com uma cidade cenográfica única!

Os cenários exteriores onde decorre a história da Lili a das crianças da Casa do Monte são muito grandes e cheios de cor - como a heroína da história.

O realismo é tal que até tem um café, o Cafézito, onde as tuas personagens favoritas se encontram para relaxar e estar com os amigos.

A cor é uma constante e não há edifícios iguais. Um trabalho de produção que envolveu uma vasta equipa e que resultou nestas ruas encantadas.

in:Tv mais

 


.Mais sobre mim